Tradução

quarta-feira, 20 de março de 2013

Conduza sua vida para que ela não lhe conduza




No post anterior falamos sobre consumo consciente e a importância de usar a sabedoria na hora de consumir, porem a melhor forma de usar o seu dinheiro seja para aquisição de um ativo ou passivo é através do planejamento.

Muitas vezes conversando com outras pessoas ouvimos a seguinte frase "o que devo fazer, pois meu dinheiro não dura nada, mal entra na conta já acaba. Preciso de um aumento!". Existem duas formas de mudar isso, seria realmente conseguir um aumento de salário e a outra é saber como usar o seu dinheiro de forma eficiente, já que a primeira opção dificilmente ocorre.


Então como gastar de forma eficiente? A resposta para isso se chama planejamento.

Planejamento é tão importante quanto educação financeira e investimento pois são estes três itens que compõem o triângulo de conhecimento para a independência financeira.



As pessoas que são conduzidas pela vida ficam a mercê da sorte, pois caso algo de errado aconteça elas não estão preparadas, porem as pessoas que conduzem suas vidas dificilmente serão pegas desprevenidas e sempre superarão todos os obstáculos da vida de forma mais simples. Estudos indicam que a maioria dos seres humanos estão a três meses da falência financeira, então utilize o planejamento como uma ferramenta para minimizar esse risco. É muito importante que você planeje seus gastos e se organize para passar por estas etapas da vida da forma mais suave possível.

Imagine que seu filho está fazendo quinze anos e você pretende levar toda a família para uma viagem internacional. O consumidor não planejado geralmente decide fazer a viagem de última hora, compra um pacote caro e se aperta pelo resto do ano para pagar as prestações do passeio e do cartão de crédito devido as compras feitas na viagem.



Já o consumidor planejado faz uma pesquisa na Internet sobre que lugares pretendem visitar, verifica os hotéis onde irá se hospedar e geralmente o compra em promoção, assim como as passagens aéreas, analisa aproximadamente quanto irá gastar em passeios, compras e alimentação e começa a guardar pequenas parcelas para a viagem sem a necessidade de se endividar e nem apertar seu orçamento.


Ele não comprometerá seu padrão de vida por causa do passeio, diferente do consumidor não planejado que se privará de várias coisas no futuro devido as dívidas que ainda terá que pagar. Além disso, o consumidor planejado gastará mais e com muito mais qualidade que o consumidor não planejado obtendo um custo benefício ainda maior graças ao planejamento. Não precisará  se preocupar após o passeio porque todas as contas estarão pagas e seu cartão de crédito não será problema, pois a maioria das despesas já foram previstas e o valor para este já está reservado.



O consumidor planejado terá o dinheiro trabalhando a seu favor, ganhando ainda mais para gastar em sua viagem, já o consumidor não planejado terá o dinheiro trabalhando contra ele tendo que pagar ainda mais.

O mesmo pode ocorrer para qualquer gasto, um casal planejado geralmente tem sob controle seus gastos fixos e variáveis sabendo até quanto podem gastar e planejam seu futuro com antecedência (viagens, aquisição de bens, automóveis, imóveis, aposentadoria, etc.) criando e destinando parte de sua renda para estes investimentos, sem sufoco.
Ex:
Receita GastosCurto PrazoMédio Longo Prazo
Salário Gastos fixos Viagem Carro Aposentadoria
R$5000,00 R$-2000,00 R$-100 R$-300,00 R$-100,00

Gastos Variáveis Emergência Casa própria Filhos

R$-1000,00 R$-100,00 R$-500,00 R$-200,00



Repare que ao investir essas quantias o tempo está a seu favor de forma que você gaste menos para chegar a seus objetivos, já que o dinheiro está trabalhando para você e fazendo com que fique cada vez mais rico. Adicione o lucro excedente deste planejamento e seu dinheiro nunca mais irá parar de crescer, pois você terá entrado "no efeito bola de neve".



Procure fazer investimentos de curto, médio e longo prazo, como por exemplo: Para uma viagem, compra de uma roupa, eletrônico ou fundo de emergência utilize um investimento de curto prazo de forma que possa resgatá-lo a qualquer momento. Para aquisição de um automóvel, casa própria utilize uma aplicação de médio prazo, pois os rendimentos serão melhores no tempo e para sua aposentadoria (independência financeira) faça um plano de longo prazo. Nunca deixe de cumprir o seu planejamento e sempre deposite as parcelas definidas no plano.



Tenha sempre um fundo de emergência (curto prazo) para cobrir aqueles gastos inesperados, vale lembrar que gastos inesperados não ocorrem mensalmente e não tente utilizar este dinheiro para gastar com itens supérfluos. NÃO SE BOICOTE!!! 
 
Se as empresas planejam suas ações para continuarem crescendo, porque você não pode aplicar o mesmo conceito em sua vida? Utilize essa técnica e torne sua vida cada vez mais simples, planeje sua vida, sua carreira, seu dinheiro etc. e viva mais tranquilo, pois planejamento é tudo!


Nenhum comentário:

Postar um comentário